Como escrever uma boa redação

Com o avanço das tecnologias e o aumento de pessoas que passam horas em redes sociais, é cada vez mais comum a troca de palavras formais da língua portuguesa por abreviaturas da internet.

Todavia, isso leva o estudante a se acostumar a escrever errado e, em alguns casos, ele até se esquece da maneira correta de escrever. Sendo assim, vamos abordar nesse artigo algumas dicas infalíveis para quem pretende aprimorar o conhecimento e escrever bem.

O primeiro passo é evitar o máximo a utilização de abreviaturas no texto. Em seguida, um fator muito utilizado por algumas pessoas é a linguagem rebuscada como forma de demonstrar conhecimento. Todavia, isso não é um fator positivo na hora de o examinador corrigir a redação, pois ele opta por uma linguagem clara e objetiva, uma vez que levará menos tempo para correção e será de fácil entendimento. Essa prática advém de esmero excessivo que raia o exibicionismo narcisístico.

Em seguida, tem-se o esquecimento das iniciais maiúsculas em início de frases. Ainda que isso seja uma diferença mínima, o examinador certamente tirará pontos do candidato. O uso de parênteses é desnecessário nas redações e pode ser deixado de lado, salvo se for um caso de extrema necessidade.

Cabe lembrar, ainda, o uso de estrangeirismos que estão cada vez mais comuns na modernidade, porém, não soam bem em uma prova de língua portuguesa. Por isso, é melhor optar por não usá-los.

No caso dos estudantes que acabam de sair do ensino médio e vão ingressar em uma universidade, é muito comum o uso de gírias. Todavia, isso é um erro grosseiro e que pode reprovar o candidato se ele utilizar esse tipo de vocábulo.

Nesse caso, é importante lembrar que palavras de baixo calão também são proibidas. O uso de palavras repetidas no texto demonstra falta de bagagem para escrever e desqualifica o texto. Assim, é muito importante investir na leitura de bons livros, jornais e revistas. 

Por Luciana Viturino

Influência das Redes Sociais nos estudos

É cada vez mais comum nos dias de hoje encontrarmos pessoas que estão interligadas com as redes sociais. Diante disso, vamos abordar algumas vantagens que elas nos oferecem quando o assunto é os estudos.

A princípio é importante destacar que de benefício elas possuem vários, porém, o que grande parte das pessoas não sabe é como aproveitar essas vantagens e terminam por perder muito tempo nos próprios bate-papos ou em assuntos de menos importância. Há, inclusive, alguns professores que dizem que elas são prejudiciais e tiram o foco da aula. No entanto, como citado anteriormente, se elas forem utilizadas da maneira correta pode contar como um fator positivo para o estudante.

Em seguida é importante lembrar que as redes sociais diminuem o isolamento e permite ao estudante ter contato com outros e assim debater acerca de determinado assunto. Esse tipo de conversa é de fundamental importância para quem pretende conhecer novos pontos de vista e gerar discussões saudáveis.

Entretanto, o papel das redes sociais é não só aproximar pessoas com opiniões iguais ou parecidas, como também aquelas que possuem pensamentos opostos. Aprender a lidar com isso e entender a diversidade de opiniões que nos cercam, é muito importante para a formação acadêmica e profissional do indivíduo, uma vez que passamos a ter uma visão global e mais facilidade com a resolução de problemas.

Elas também podem disseminar o conhecimento já que é possível ter acesso a novos livros, músicas, filmes, séries e programas no momento que quisermos. Ressalte-se que, a grande parte das redes sociais é gratuita e por mais que seja necessário um computador com internet para acessá-las, elas são consideradas meios baratos de conhecer novos conteúdos e discutir sobre educação. As melhorias no aprendizado são expressivas e os alunos podem aprender de forma mais agradável. Porém, o estudante também precisa aprender a administrar o tempo a fim de ter um bom desempenho. 

Por Luciana Viturino

Vestibular FGV 2015 – Inscrições

Foi feita a divulgação que a Fundação Getúlio Vargas (FGV) está fazendo o recebimento das inscrições para o seu vestibular 2015, e o seu início aconteceu no dia 7 de julho de 2014, e essa data vai se estender até 29 de setembro de 2014.

Deverão se inscrever para o Vestibular FGV as pessoas que desejam ingressar em um curso de graduação presencial para o primeiro semestre do ano de 2015. O preenchimento da ficha de interesse deverá ser feito no site www.fgv.br/vestibular. Nesse site vai ser possível tirar todas as dúvidas fazendo a leitura do edital que se encontra disponível.

As pessoas que realizarem a inscrição até o dia 15 de agosto poderão aproveitar e fazer o pagamento da taxa em um valor promocional que é de R$ 75. Depois desse dia vai ser necessário fazer o pagamento no valor total que é de R$ 150.

Os alunos dos dois estados que tiverem dentro do perfil poderão fazer a solicitação de isenção dessa taxa até o dia 22 de setembro, e para isso vai ser preciso enviar os documentos para a unidade de interesse que comprovem que concluíram o ensino médio em escola pública ou escola particular com bolsa de 100%, e que a renda familiar não ultrapasse a dois salários mínimos.

Para verificar todos os documentos para a comprovação dos dados obrigatórios consulte o edital.

Os cursos oferecidos em sua unidade que fica localizada no estado do Rio de Janeiro são de História, Ciências Sociais, Matemática Aplicada, Administração, Economia e Direito. Já os cursos oferecidos em sua unidade que fica situada em São Paulo são de Administração Pública, Economia, Direito e Administração de Empresas.

A prova vai conter questões de múltipla escolha de português, matemática, conhecimentos gerais, entre outros do mesmo gênero.  Vai ser necessário também realizar uma redação para somar na pontuação final.  Desde já desejamos boa sorte. 

Por Josiane Fernandes de Jesus

Assuntos sobre a Copa do Mundo podem cair no ENEM 2014

Uma Copa do Mundo mexe com as estruturas de um país, não apenas no que diz respeito ao esporte. O maior evento esportivo de todos os tempos interfere de maneira positiva nos setores econômicos, políticos, administrativos, culturais e em vários setores de uma nação. E por aqui não será diferente.

O espetáculo se encerrou, mas seus resquícios trarão resultados por um bom tempo. Considerada a melhor Copa do Mundo de todas realizadas até agora, o Brasil foi um dos anfitriões mais bem vistos pelos turistas que aqui passaram e reuniu uma gama de gente de todos os tipos. Idiomas variados, etnias multicoloridas e pessoas reunidas em um único propósito: de se divertir.

Para quem se prepara para os vestibulares, e principalmente o ENEM, uma das provas mais concorridas no país, a dica fica por conta do tema Copa do Mundo. A educação também é um dos campos mais férteis para elaborações de perguntas que caem nestes tipos de provas. E se engana quem acredita que apenas questões remetidas ao futebol serão aplicadas. Em um evento onde diversos países participaram, fica a lição de culturas diferentes, episódios históricos envolvendo algumas delas, guerra, turismo, arquitetura entre outros tópicos.

Portanto, vale a pena ficar atento a esses temas e pegar firme nos livros. Confira abaixo alguns pontos que, segundo o site G1, podem circular como principais tópicos de provas como a do ENEM.

O que pode cair em questões de prova:

1)      Diferença do Clima;

2)      Bactérias e vírus importados;

3)      Ditaduras e outros episódios históricos;

4)      Duelos e Guerras;

5)      Copa das Copas;

6)      Construções Urbanas;

7)      Turismo;

8)      Fuso Horário;

9)      Patriotismo;

10)    Ascensão da América.

Um pouco sobre o ENEM:

O Exame Nacional do Ensino Médio é uma prova aplicada pelo Ministério da Educação que avalia a habilidade de estudantes de topo o país no domínio de disciplinas como: História, Geografia, Filosofia, Sociologia, Português, Literatura, Matemática entre outros. O resultado da prova é a porta de entrada de jovens que querem entrar em uma faculdade e não tem como financiar seus estudos. O Enem possibilita o ingresso de estudantes em Universidades que oferecem descontos de 50% e até mesmo integrais.

Este ano a prova será aplicada nos dias 8 e 9 de novembro. Fique atento.

Por Juliana Alves de Souza