Arquivo da categoria: Enem

INEP divulga gabarito do ENEM 2014

O Exame Nacional do Ensino Médio, conhecido pela sigla ENEM, já teve seu gabarito divulgado na página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) na internet. O exame, que é alvo de muitas críticas e polêmicas, foi realizado nos dias 8 e 9 de novembro desse ano, acontecendo conforme programado pelo Ministério da Educação.

A edição deste ano é a porta de entrada de 48 universidades federais espalhadas pelo país, sendo que o estudante deve realizar sua inscrição para os cursos ofertados após a liberação da nota individual dos participantes, utilizando o SiSU.

Apenas 15 universidades federais não utilizam a nota do ENEM como única opção para inscrição em seus cursos de graduação.

A redação da prova desse ano foi uma das questões mais comentadas, já que diversas redações de edições anteriores, que tiverem notas que não correspondiam com o texto, caíram na internet, questionando o critério de avaliação dessa parte do exame.

Para este ano, o tema foi publicidade infantil em questão no Brasil. Como critério de avaliação, serão levados em conta 5 critérios:

Domínio da norma culta da língua escrita;

Capacidade de leitura;

– Capacidade de selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações para defender um ponto de vista;

Coesão;

Proposta de intervenção social.

Como resposta às críticas na correção da redação, o INEP definiu situações que podem zerar a nota dessa parte da prova, como fuga do tema, texto com menos de sete linhas, montagem de um tipo de redação que não seja dissertação, presença de desenhos ou deboches e desrespeito aos direitos humanos.

Confira abaixo os links para os gabaritos; escolha de acordo com a cor do caderno de questões de cada dia.

1º dia – sábado – Ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias:

Caderno 1 – Azul
– Caderno 2 – Amarelo
– Caderno 3 – Branco
– Caderno 4 – Rosa

2º dia – domingo – Linguagens, códigos e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias:

Caderno 5 – Amarelo
– Caderno 6 – Cinza
– Caderno 7 – Azul
– Caderno 8 – Rosa

Por Rannier Ferreira Mendes

Candidatos foram eliminados do Enem por utilizarem celulares durante as provas

Mesmo sabendo que seria proibido utilizar aparelhos eletrônicos e celulares durante as provas do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), muitos candidatos foram surpreendidos por fiscais de turma empunhando seus aparelhos celulares durante o período em que as provas eram realizadas e foram eliminados do exame.

De acordo com as informações apuradas e divulgadas pelo Ministro da Educação, José Henrique Paim, em uma coletiva de imprensa que aconteceu em Brasília na noite do último domingo, dia 10 de novembro, logo após o término das provas, 236 candidatos em todo território nacional foram desclassificadas por terem sido pegos utilizando seus aparelhos celulares durante as provas. Já o total de candidatos que foram apanhados e eliminados do exame por praticarem algum outro tipo de irregularidade foi de 1.519 candidatos. Este número de eliminações foi superior ao do ano anterior, onde 1.500 candidatos foram desclassificados, dos quais, 47 deles por portarem seus celulares durante as provas.

O ministro classificou como lamentável e expressivo o número de ocorrências relacionadas ao uso indevido dos celulares durante o período de aplicação do exame e como os dados divulgados ainda não são oficiais, ele acredita que este número de incidentes possa ser bem maior. Paim afirmou ainda que o MEC pretende continuar este processo de aprimoramento da segurança contra fraudes e perturbações durante a aplicação das provas, para que fique garantida a conformidade e igualdade para os candidatos que estejam prestando o exame. O balanço final das ocorrências e eliminações do Enem 2014 será divulgado nos próximos dias pelo MEC, juntamente com a Polícia Federal (PF).

Durante a coletiva também foi informado o percentual e o número de desistências que ocorreram este ano. Do total de 8,7 milhões de inscritos para o ENEM, 28,64% dos candidatos não compareceram nos locais das provas. Uma porcentagem que ficou dentro da média de desistência que vem ocorrendo nos últimos anos, mas que, após os a divulgação oficial dos dados, estes passarão por uma análise a fim de se criar mecanismos que diminuam a abstenção dos inscritos nas próximas edições do exame. 

Por André F.C.

Dicas para o dia das provas do Enem 2014

O Exame Nacional do Ensino Médio – Enem – acontece neste final de semana, dias 8 e 9 de novembro. Durante esses dois dias, milhares de estudantes têm seu desempenho avaliado e tentam garantir uma boa nota para poderem disputar vagas para cursar o ensino superior por meio de programas do governo, como o PROUNI, FIES ou SiSU, em instituições públicas ou privadas.

Quem se inscreveu até o dia 23 de maio de 2014, está apto a realizar as provas, que acontecem em todo o país. No sábado, entre 13h e 17h30, os estudantes farão as provas de ciências da natureza e ciências humanas e no domingo, entre 13h e 18h30 farão a redação, provas de matemática e de linguagem e códigos. O gabarito oficial estará disponível logo após o término das provas ou no dia seguinte, e o resultado dos aprovados no exame será divulgado na primeira semana de janeiro de 2015, com grandes chances de ser antecipado para 30 de dezembro.

Esse é um momento muito importante na vida de muitos candidatos, uma vez que é um dos primeiros passos para conseguir acesso ao ensino superior e para que comece a desenhar o seu futuro profissional. E como o dia das provas já está aí, batendo à sua porta, nunca é demais dar alguns lembretes e dicas que podem ajudar, certo?

Confira data e locais mais uma vez: Sei que parece muito óbvio, mas nunca é demais conferir mais uma ou duas vezes para ter certeza de que irá ao lugar certo, nos dias certos e hora certa. Essas informações estão todas no seu Cartão de Confirmação de Inscrição.

Planeje o seu deslocamento: Sabe onde é exatamente o local da prova? Se não sabe, informe-se. Se for de carona, combine com quem irá levá-lo para sair com uma certa antecedência. Caso vá de transporte público, confira a linha de ônibus que você precisará e os horários – não deixe para ir em um horário que vá chegar próximo a hora que fecharem os portões, vá com bastante antecedência. Não há problema em chegar bem cedo, o problema é chegar atrasado e não conseguir entrar.

Prepare o corpo e mente: Nesses últimos 2 dias antes das provas, evite festas, baladas ou qualquer outra atividade que lhe tire o foco. Descanse, relaxe, pratique alguma atividade física, que faz para o corpo e para a mente. Alimente-se bem, evite alimentos pesados, coma bastante frutas, sucos, evite bebidas alcoólicas. Durma bem, como o indicado, pelo menos 8 horas por noite. Lembre-se que por mais preparado que esteja em conhecimentos, a mente precisa estar relaxada para que esse conhecimento flua.

Para finalizar: Concentre-se, foque na sua meta e detone!

Boa sorte!

Por Elia Macedo

Dicas para a redação do Enem 2014

Uma das etapas mais importantes tanto do Enem quanto de vestibulares é a redação, que por muitas vezes é motivo de aflição entre os candidatos. A prova de redação do Enem possui uma característica que a difere das demais: o candidato deve sugerir uma solução para um problema proposto no tema. O estudante deverá mostrar suas habilidades para defender o seu ponto de vista e usar da sua criatividade para solucionar o problema.

Em relação aos temas, o que se observa é que eles são objetivos e inspirados em fatos da atualidade com abrangência nacional, devido ao exame ser voltado para candidatos de todo o país. Portanto, organize suas ideias antes de começar a escrever e faça um texto de 30 linhas. Assim que terminar, pense em um título que sintetize suas ideias. Em seguida, passe a limpo com calma e boa caligrafia para a folha oficial. 

Veja algumas dicas para se dar bem na redação do Enem:

  • Clareza e coerência são fundamentais na construção textual. Lembre-se de que a leitura deve ser fluida, garantindo o bom entendimento do seu texto. Não precisa se preocupar em usar termos rebuscados. Enem pede texto correto e coeso. 
  • Use a norma culta. Uma das cinco competências da redação avalia o rigor gramatical.
  • Na proposta de intervenção é imprescindível o respeito aos direitos humanos. Posturas radicais ou extremas não se adéquam com um cidadão consciente.
  • Utilize os conhecimentos adquiridos ao longo da sua formação. Embase seus argumentos com elementos históricos, geográficos, literários, filosóficos, entre outros, demonstrando amplo conhecimento de mundo. Não se esqueça: o principal é focar na defesa do seu ponto de vista.
  • Não fuja ao tema proposto. Segundo o edital, quem fugir ao tema deliberadamente vai ganhar nota zero.

Por Raquel Alice

Dicas de possíveis temas para a redação do Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio, Enem, foi criado em 1998; e tem como prioridade o ingresso seletivo, utilizando as notas dos inscritos, a partir do Sisu (Sistema de Seleção Unificada), que tem o fim de ingressar os candidatos em instituições federais, em diferentes lugares de todo o Brasil.

As inscrições para o Enem 2015 já se encerraram no dia 26 de maio, e para quem se inscreveu, realizará a prova nos dias 8 e 9 de novembro, e os estudos não param. A prova que conta com as seguintes áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias, conta também com tema atualidades.

Aqui vão algumas dicas para fazer uma prova tranquila e com calma:

A prova do Enem é uma prova cansativa, que também testa sua exaustão física, por isso, tem que estar preparado para os dias 8 e 9.

É importante também, saber organizar seu tempo diário de estudos e não se tornar exaustivo. O recomendado, de acordo com o Guia do Estudante é definir quais matérias serão estudadas e se programar com os estudos diários. Interpretação de texto é fundamental para a prova inteira, o domínio da linguagem é presente tanto nas questões como na produção da redação. A atenção à redação no dia 9, a dedicação deve ser máxima e no Enem é válida como uma prova separada.

Os temas que podem ser abordados são variados, aqui vão três:

1 – Escassez de água no sudeste, a falta de água nos reservatórios de São Paulo está afetando muitos paulistanos e não se sabe até onde vai.

2 – Problemas no deslocamento urbano, a difícil articulação entre os automóveis estão entre variados tipos de meio de transporte como caminhões, aviões, navios e ônibus.

3 – 50 anos do Golpe Militar no Brasil. O Golpe Militar é um fato que durou mais de vinte anos e muito marcante e ainda recente para os brasileiros.

Boa sorte para quem irá fazer a prova.

Por Kamila Kauane Souza Costa

Redações do Enem – Possível tema que pode ser cobrado

Todos os candidatos a boas vagas em boas faculdades sabem como se estruturam as redações do ENEM: são dissertações que apresentam classicamente uma situação problema a ser explorada e resolvida pelo candidato.

O candidato deve se mostrar conhecedor da situação apresentada dando exemplos e fazendo citações, além, é claro, de mostrar que leu os textos motivadores e que é capaz de pensar em uma resolução para a questão apresentada. Lembrando-se sempre que no ENEM deve-se optar por uma escrita mais segura, sem todo o uso de criatividade e das "sacadas geniais" esperadas nos vestibulares. Isso ocorre porque o sistema utilizado na correção do ENEM não permite aos corretores uma leitura totalmente detalhada do texto.

Pensando nisso apresento uma situação problema muito discutida nos dias atuais e com uma possibilidade relativamente grande de aparecer no ENEM, que até hoje se mostrou com temas menos polêmicos e que atinjam menos o governo vigente. O tema de hoje é a mobilidade urbana.

Todos sabem que essa é uma dificuldade muito grande enfrentada nas cidades de médio e grande porte. A cada dia, aumenta o número de carros nas ruas provocando, entre outros, o aumento do congestionamento, da poluição e gerando um certo gargalo de escoamento tanto de pessoas quanto de produtos.

A quantidade de automóveis nas grandes metrópoles é hoje insustentável, o uso de transporte público ou de transportes sustentáveis seria preferencial para se corrigir o problema. No Brasil essa substituição é hoje impossível por algumas razões. No que diz respeito aos transportes públicos temos preços pouco convidativos, qualidade e conforto baixos e segurança mínima. Quanto aos transportes sustentáveis, como as bicicletas também não são passíveis de utilização. Não existem regiões nas quais esses meios de transporte possam trafegar. Sem incentivo não há razão para efetuar a troca.

Novos planos de mobilidade urbana são essencialmente exigidos hoje em dia. Há que se reformular todo o planejamento em prol da melhoria dos transportes públicos e da acessibilidade de transportes alternativos, reduzindo assim os números de automóveis em trânsito. Também é necessário educar a população para que ocorra o entendimento da substituição desses meios de transportes. 

Lembre-se sempre que em toda redação do ENEM há textos motivadores que auxiliam com informações e dados a respeito do problema. Use esses dados para enriquecer os seus textos.

Por Nosf

Dicas para obter notas altas na Redação do Enem

Veja algumas dicas para você alcançar notas altas na redação, necessárias para qualquer pessoa que queira participar de vestibulares mais concorridos. Lembrando, é claro, que seguindo o caminho que exponho a seguir, consegui tirar 930,00 na redação doEnem, nota que me ajudou a conquistar 4 faculdades federais de Medicina há alguns anos.

1.       Use dados dos textos motivadores:

É bom mostrar para o corretor que você leu e acompanhou os textos motivadores da redação. NUNCA, jamais copie trechos dos textos motivadores. Porém, é sempre bom citar dados (valores numéricos) presentes nos textos ou ainda citar uma frase que foi dita por alguém no texto. Por exemplo: Joaquim Barbosa, ministro do STF disse: “blá, blá, blá…” lembrando sempre de colocar entre aspas a citação.

2.       Não use gírias nem expressões populares, muito menos regionalismos:

Eu acreditava que isso era senso comum. Depois de ler alguns textos descobri que não é nenhum pouco senso comum. O uso dessas expressões penaliza seu texto gramaticalmente, pode ser pouco, mas para quem quer um vestibular concorrido cada ponto conta. Algumas expressões regionais ainda têm o problema de poderem ser completamente desconhecidas para alguns corretores, o que certamente atrapalhará a compreensão do seu texto de uma maneira geral.

3.       Olhe a prova antes:

Muitas vezes o tema da redação está presente em algumas questões da prova. Questões essas que podem auxiliar você a produzir um texto melhor, com dados mais interessantes e com uma visão amplificada sobre o tema.

4.       Use as matérias na discussão do tema:

Fazer uma citação usando autores literários, filósofos, sociólogos ou mesmo aplicando conceitos aprendidos em física ou matemática é sempre uma boa forma de mostrar preparo e conhecimento para o corretor.

Essas foram algumas dicas importantes que vão garantir a vocês sucesso na elaboração de uma redação para o ENEM. Lembrando que elas servem única e exclusivamente para esse exame. Para outros exames e vestibulares você deve ignorar isso tudo e seguir um caminho completamente diferente que será exposto em outro artigo.

Por João Flávio Gomes Faria

Dicas do que não fazer antes das provas do Enem e Vestibulares

Sempre aparecem textos na web falando sobre as atitudes que o estudante deve ter quando precisa enfrentar o Enem ou Vestibulares, no entanto, pouquíssimas matérias falam sobre as posturas que os estudantes NÃO podem ter, assim sendo, este texto foi elaborado com o intuito de promover a conscientização e alertar aos jovens como NÃO proceder em avaliações desse tipo.

É normal ouvir e ler que os estudantes devem de se preparar para o “grande dia” cuidando dos estudos, da mente, do emocional e do próprio físico, mas afinal, o que o estudante deve evitar fazer nessa reta final? Bem, a resposta inclui uma série de fatores que muitas vezes são desconsiderados, porém no final das contas podem aumentar o trajeto até a sonhada vaga na Universidade.

No período que antecede o Enem ou o Vestibular, você não pode dormir mal, ou seja, evite dormir tarde da noite e acordar cedo, isso diminuirá sua atenção no restante do dia. Não deixe para estudar tudo nos dias antes da prova, isso não dá certo. Tente se programar, parece algo “careta”, no entanto, isso ajuda a manter o foco durante sua jornada pré-provas. O último posto inclui não estudar na véspera do dia da prova, você corre o risco de ficar ansioso demais e as chances de ter esquecimentos no momento do exame são bem maiores.

Antes de prestar o Enem ou Vestibular não coma alimentos pesados, seja criterioso, evite fastfood e comidas pesadas. Estes alimentos além de serem de difícil digestão, podem causar sonolência durante a prova. Nestas horas, os doces também não são bons amigos, a glicose boa é aquela que vem das frutas (como você deve saber já que estudou biologia para a prova), o pico de glicose não dura muito e logo você ficará sem energia. Prepare o seu cardápio com antecedência!

Outra dica importante é jamais ficar parado, diga NÃO ao sedentarismo. Se você fizer exercícios físicos durante essa etapa tão complicada, você poderá liberar a energia que fica acumulada durante as horas e horas que fica sentado estudando e, além disso, estará fazendo um bem para a sua mente, afinal relaxar nesta época é sempre necessário.

Por Melina Menezes

Dicas para melhorar o desempenho no Enem

É muito comum na semana do Enem alguns candidatos cometerem erros que podem comprometer o rendimento durante a prova. Diante disso, vamos dar 4 dicas neste artigo para você que irá realizar o exame este ano. Fique de olho.

1º: Diminua o ritmo de estudo: O que não foi aprendido ao longo do ano dificilmente será memorizado na última semana. Por isso, agora é o momento de revisar conteúdos já conhecidos. Isso deve aumentar a confiança do educando. Se fizer o contrário, tentando aprender novas matérias, você certamente se sentirá inseguro e imaginará que não sabe nada.

2º: Aproveite o tempo de estudo: Ainda que você só revise, é importante não exagerar: dedique no máximo 50 minutos a cada disciplina; faça intervalos de 10 minutos a cada 50 minutos de estudo; e evite jornadas muito longas.

3º: Verifique o local do exame: Para evitar atropelos, escolha um período da semana para visitar o local onde fará o exame. Faça todo o trajeto que de fato será utilizado no período da avaliação. Informe-se ainda acerca de eventuais alterações no tráfego de veículos aos finais de semana. Lembre-se de que, todos os anos, muitos participantes vão fazer a prova em cima da hora e chegam atrasados, o que os impossibilita de realizar a avaliação.

4º: Controle o stress e a ansiedade: Isso é possível através de exercícios físicos, noites bem dormidas, exercícios para a respiração e uma alimentação balanceada. Tudo isso faz com que a ansiedade seja aliviada, assim como a tensão do dia da prova. Se você costuma estudar a noite, procure parar 3 horas antes de dormir, e tome um banho morno. Isso contribui também para quem sofre de insônia.

Outra coisa muito importante é o exercício da respiração. Sente-se num lugar tranquilo e faça exercícios de inspiração e expiração de 20 a 30 vezes, durante duas vezes. 

Por Luciana Viturino

Dicas para o Enem – Ciências Biológicas

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) geralmente cobra Ciências Biológicas em assuntos do dia a dia. O professor Leandro Neves, afirma que os temas mais cobrados nos últimos anos têm sido ecologia, vindo em seguida as partes de: evolução, fisiologia humana e genética.

O educador explica que é, também, essencial que os participantes façam a leitura atenta da questão, principalmente do parágrafo antecedente, pois há chances de conter dicas para a resolução. Cabe lembrar que, o treino intenso de gráficos e tabelas é fundamental para resolver boa parte dos exercícios.

Na parte de ecologia, sempre são cobrados temas atuais, e por isso, o aluno precisa ter cuidado com uso da água, geração de energia, sustentabilidade, desmatamento, poluição, destino do lixo e aquecimento global.

E não para por aí, ele precisa ter noções de fluxo de energia, relações ecológicas, sucessão ecológica, teia e cadeia alimentar, bem como dos ciclos biogeoquímicos.

Na parte de evolução é fundamental dar prioridade as teorias de Lamarck e nos mecanismos de formação das espécies. Ressalte-se que o candidato precisa dar uma lida nos mecanismos industriais.

Em fisiologia o educando deve priorizar o funcionamento do corpo frente aos exercícios físicos, com uma alimentação balanceada diante das mudanças climáticas.

O participante pode encontrar exercícios sobre patologias. Portanto, estude vírus e bactérias, bem como suas características de prevenção e combate. É provável que apareçam questões sobre os ciclos de vida do parasita e as profilaxias.  Nesse próximo exame é bem cabível que o exame cobre alguma questão sobre a dengue, a qual bateu recordes em várias regiões brasileiras este ano.

Em genética e biotecnologia, o estudante precisa conhecer as Leis de Mendel, principalmente quando fala da definição de genótipos e fenótipos e nos cálculos de probabilidade.  Na parte de biotecnologia, o candidato precisa conhecer as técnicas do DNA recombinante, terapia gênica, transgênicos, clonagem, e suas implicações éticas.

Bons estudos e boa sorte!

Por Luciana Viturino